Marketing: disciplina econômica. Ponto.

O MARKETING sempre foi conteúdo de Economia… muito mais que de Administração.

Consolidei tal opinião estudando a tese de livre docência (a qual não foca este aspecto, mas simplesmente conta a gênese da nova matéria) de Manoel Maria de Vasconcellos para, como discípulo do mestre, publicá-la em livro (“Marketing Básico”, Conceito Editorial, 2006 – http://www.conceitoeditorial.com.br).

Certo dia, fatídico, doutos senhores, em alguma alcova acadêmica (das Ciências Econômicas), lá pelos idos do pós segunda grande guerra mundial (1939-1945), decidiram que a nascente disciplina (surgida, como outras tantas, no mercado, nas empresas, na prática) não deveria conspurcar os elevados objetos da Economia – ciência que pretende dar nome – e explicações – simplesmente… a todas as coisas.

É como se tivessem concluído que “… esse negócio de ‘vender sabão’… ou ‘candidaturas de políticos’, independente das qualidades ‘alvejantes’ – ou não – de ambos… é algo muito pouco nobre, sujeito a controvérsias e à ação de aventureiros… deixemos isto, pois, aqui na academia, para os nossos irmãos mais novos do ‘Management’…”.

O resto é história. E ela evolui… E muda.

LINK – http://www.mundodomarketing.com.br/entrevistas/34307/kotler-novo-modelo-de-capitalismo.html